UFRGS comemora 84 anos disposta a enfrentar novos desafios e a superar as adversidades

Ao longo da sua história, Universidade superou diversas crises e manteve sempre seu compromisso com a excelência no ensino, na pesquisa e na extensão.

Ao completar 84 anos neste 28 de novembro, a UFRGS prepara-se para enfrentar, a partir de 2019, um período de incertezas frente ao novo governo federal. As adversidades, que no plano financeiro já têm impactado a Universidade desde 2015, não impedem, no entanto, que a data de hoje seja comemorada pela comunidade universitária, que soma quase 60 mil pessoas entre alunos de graduação, de pós-graduação, servidores técnico-administrativos e docentes, e também pela sociedade, que se orgulha de ter uma universidade pública e gratuita com a qualidade da UFRGS. É possível afirmar isso porque ao longo da história iniciada em 1934, quando foi fundada a então Universidade de Porto Alegre a partir da junção de faculdades isoladas, a UFRGS tem se mostrado capaz de superar momentos difíceis e abraçar novos desafios, mantendo-se como a melhor universidade federal do País nas mais recentes avaliações do INEP/MEC.

A UFRGS encerra 2018 com a satisfação de ter somado realizações em um ano marcado por dificuldades em várias áreas. Entre os feitos que nos permitem comemorar, estão a desinterdição do Prédio de Sala de Aulas do Campus Central, a construção da nova subestação de energia elétrica no Campus do Vale e de laboratórios e salas de aula no Campus Litoral Norte e ainda a parceria com o Ministério de Saúde, que deu início ao Centro de Pesquisa, Desenvolvimento e Inovação em Medicamentos (CPDIM), onde serão produzidos lotes-pilotos de unidades farmacotécnicas para pesquisa clínica e posterior registro do medicamento pelas agências reguladoras. A recente inauguração do Centro Cultural após a recuperação do antigo prédio do Instituto de Química, no Campus Centro, é outro destaque neste conjunto. O novo espaço público ofertado à comunidade de Porto Alegre foi palco no último fim de semana da primeira edição do Dia da Cultura da UFRGS, com extensa programação cultural e artística gratuita e aberta à comunidade. A restauração do prédio que abriga o Centro é mais um exemplo da mobilização que a Universidade consegue na sociedade, buscando apoiadores para o Projeto Resgate do Patrimônio Histórico. O projeto que visa a captar recursos para recuperar edificações históricas da UFRGS realiza no próximo dia 13 de dezembro mais uma edição do Dia da Doação, evento anual que estimula as doações que viabilizam as obras de restauro.

Salienta-se ainda em 2018 a conquista do Mérito Científico Institucional do CNPQ, distinção que reconhece o acúmulo de participações da UFRGS na pesquisa nacional, e a seleção pela Capes no Programa de Internacionalização da Pós-graduação (PRINT). Por fim, a UFRGS liderou a articulação das instituições brasileiras de Ensino Superior Público na III Conferência Regional de Educação Superior, em Córdoba, na Argentina.

Ao conjunto de ações de 2018, somam-se as conquistas da UFRGS nestas mais de oito décadas, o que reafirma a importância das universidades federais para a promoção do desenvolvimento do País e para o bem-viver da sua gente.

 

 

Compartilhe:
Page Reader Press Enter to Read Page Content Out Loud Press Enter to Pause or Restart Reading Page Content Out Loud Press Enter to Stop Reading Page Content Out Loud Screen Reader Support