Você é nossa(o) convidada(o)!

Buscando acolher as(os) participantes que estão vindo para a XIII RAM, e em meio à seus trabalhos, mesas, minicursos e oficinas ainda terão um tempinho –  nós, da Comissão Discente e Cultural reservamos um pequeno roteiro às localidades carregadas de história e simbolismo na capital: Quilombo Urbano Areal da Baronesa, Comunidade  indígena Morro do Osso e Cooperativa de Catadores de Materiais Recicláveis. Assim, estamos divulgando a programação, dá uma conferida na descrição, aí se inscreve, enviando as informações abaixo para nosso e-mail: comissaodiscenteram@gmail.com.

Dados necessários para inscrição:
Nome completo: 
Número Inscrição RAM: 
Telefone: 
Curso e Instituição: 

Garanta sua vaga logo!
Inscrições até o dia 22/07/2019

ROTEIROS

23/07/19 – Areal da Baronesa  

Concentração a partir das 17h45, na Faculdade de Educação UFRGS – Faced (Avenida Paulo Gama, 110). Saída às 18h, em percurso de 2km aproximadamente, à ser realizado a pé. Caso chova, utilizaremos o coletivo como Circular 3 ou outros. A participação, além da inscrição, será garantida mediante à doação de 1kg de alimento. Responsável: Pamela Bueno.
Areal da Baronesa é um dos sete Quilombos urbanos certificados pela Fundação Palmares, em 2004, existente no perímetro da cidade de Porto Alegre. As comunidades remanescentes seguem uma luta de resistência territorial histórica. Local: Av. Luiz Guaranha, 112, Menino Deus, Porto Alegre, Rio Grande do Sul, Brasil.

24/07/19 – Cooperativa de Catadores 

Saída da Faculdade de Educação UFRGS – Faced (Avenida Paulo Gama, 110), às 9h. Chegada na cooperativa às 9h30. Rua Monsenhor Ruben Neis, 700. Cavalhada. Visita guiada. Responsáveis: (Monitor)/ No local: Alex Cardoso
A Cooperativa ASCAT é uma cooperativa autogestionária de catadoras e catadores que atuam coletivamente na gestão integrada de resíduos sólidos, desenvolvendo soluções inteligentes de coleta seletiva solidária, garantindo a inclusão social. Localizada na Zona Sul de Porto Alegre, é uma forma de resistência e defesa da natureza, atuando na sociedade como uma ação de desenvolvimento de consciências. Serão aceitas contribuições simbólica a serem entregues no final da atividade, com valores a sua própria escolha.

25/07/19 – Aldeia Estiva (ou Tekoá Nhunndy em guarani)

Saída às 9h30min do prédio da Reitoria da UFRGS (Avenida Paulo Gama, 110) e retorno às 13h30.

A comunidade tem 38 famílias, tem uma escola e a opy (casa de concentração). O principal meio de subsistência da comunidade vem da venda do artesanato, já que para plantar há pouquíssima terra. Local: RS 040, Km 39, parada 116, bairro Estiva, Viamão. Responsável: Laércio Gomes (Karai Mirim). Custo: R$ 25,00 com almoço incluso.

Compartilhe:
Page Reader Press Enter to Read Page Content Out Loud Press Enter to Pause or Restart Reading Page Content Out Loud Press Enter to Stop Reading Page Content Out Loud Screen Reader Support